Indicadores na Indústria: Uma Perspectiva Além da Produção

Indicadores na Indústria

Na indústria, praticamente todos os indicadores de desempenho estão intrinsicamente vinculados à disponibilidade da tecnologia utilizada. A ausência de ferramentas que assegurem escalabilidade e padronização de processos em um centro de produção pode resultar em perda de tempo e produtividade. A tríade essencial para o funcionamento eficaz da indústria consiste em avanço, inovação e qualidade de insumos.

A compreensão dos indicadores além da produção exige considerar o panorama completo, tratando cada etapa com a devida atenção. Vamos explorar cinco indicadores de desempenho industrial para ilustrar essa abordagem prática.

1- Número de Produtos Concluídos

Avaliando a produção em um determinado período, esta métrica pode ser aplicada a setores específicos, equipes ou turnos, dependendo dos objetivos da gestão. A utilização de equipamentos de alta performance é crucial, pois a má qualidade ou má utilização dos recursos pode impactar significativamente os resultados.

2- Tempo Médio Entre Falhas

Este indicador analisa a indisponibilidade de recursos devido a falhas humanas ou de maquinário. A inovação tecnológica é essencial, mas insumos de qualidade também desempenham um papel crucial na minimização de falhas.

3- Nível de Uso da Capacidade Instalada

Mesmo com equipamentos avançados e insumos de qualidade, o indicador de uso da capacidade instalada pode revelar subutilização. O planejamento estratégico voltado para a produção, considerando relacionamentos comerciais, é fundamental para evitar surpresas negativas.

4- Custo Total de Produção

Embora dispor de tecnologias avançadas e insumos de alta qualidade possa parecer oneroso, a terceirização de equipamentos pode ser uma solução eficiente. Internalizar questões operacionais fundamentais pode resultar em aumento de custos e na formação de uma “bola de neve” que prejudica a eficiência.

5- Margem de Contribuição e Lucro

A margem de contribuição, relacionada aos custos totais de produção, influencia diretamente a margem de lucro. Equipamentos indisponíveis ou com falhas podem encarecer a margem de contribuição, diminuindo a lucratividade. A tríade de avanço, inovação e qualidade de insumos continua a ser crucial para maximizar o potencial de lucro.

Complementando, é fundamental destacar que a integração eficiente desses indicadores requer um olhar holístico sobre a cadeia produtiva. Além disso, investir em tecnologias sustentáveis e práticas ambientalmente responsáveis não apenas contribui para a eficiência operacional, mas também para a imagem corporativa, cada vez mais valorizada pelos consumidores conscientes. A inovação, portanto, não deve ser apenas tecnológica, mas também alinhada aos princípios de responsabilidade social e ambiental.

Responsável pelo Conteúdo

WhatsApp
LinkedIn
Facebook
Email

Descubra Mais

Pesquisar:

Posts Recentes:

Categorias:

Reproduzir vídeo
Kit empreendedor para fabricação de cosméticos.
Agitadores de Laboratório

Compartilhar esse conteúdo:

40 MODELOS DE MISTURADORES

agitadores de cosméticos

desenvolvemos 21 modelos de emulsificadores para géis, cremes, bases, loções e soluções cosméticas.