O que é TNT – Tecido não Tecido

O que é TNT – Tecido não Tecido

Tempo de leitura do artigo: 3 minutos
Objetivo da página: Explicar ao mercado as principais configurações do TNT.

Tecido não tecido - TNT

 

TNT é a sigla para tecido não tecido.

É um tipo de tecido classificado como um não tecido.

O TNT é produzido a partir de fibras desorientadas que são aglomeradas e fixadas, não passando pelos processos têxteis convencionais, como a fiação e tecelagem. O TNT – Tecido não tecido não precisa de tear para ser elaborado, sua matéria prima é o polipropileno (uma resina termoplástica produzida a partir do gás propileno, um subproduto da refinação do petróleo), e suas fibras são unidas pelo calor, dispensando a fase específica de “tecer”.

Há basicamente dois tipos distintos de tecidos não tecidos, os duráveis e os não duráveis (não estéril e estéril), podendo ambos serem produzidos a partir de fibras naturais (algodão, lã) ou sintéticas (poliéster, polipropileno). Esse tipo de tecido é extremamente barato por conta da capacidade produtiva, manipulação direta e vasta oferta.

O tecido não tecido é muito utilizado em produtos descartáveis hospitalares como: aventais, máscaras, luvas, babadores e toucas descartáveis. Também encontrado facilmente em linhas para artesanato e decorações de festas em geral. É fácil de ser trabalhado (podendo-se usar cola, purpurina, lápis de cor, giz de cera, etc.).

O tecido não tecido não deve ser amassado diretamente, porque pode perder sua função protetora. Jamais deve ser desamassado utilizando-se ferros de passar, que podem queimá-lo por completo. No caso da lã (WO) o TNT produzido chama-se feltro. Para quem ainda não conhece este tecido é agradável ao toque e tem a estrutura similar ao papel, mas bem mais maleável e resistente e não desbota e nem desfia.

Abaixo listamos algumas configurações de tecido não tecido comumente encontradas para proteção hospitalar.

ABNT NBR 13370: Esta Norma estabelece os termos utilizados para os não tecidos (TNT) e suas aplicações.

 

TNT é um produto biodegradável/oxibiodegradável

O TNT é um produto biodegradável e aprovado pelos órgãos que supervisionam a proteção da ecologia mundial.

 Todos os tecidos não tecidos são biodegradáveis. São feitos com polipropileno com o aditivo oxibiodegradável PDQ-H®, que degradam em um tempo muito menor que os plásticos comuns, contribuindo para a redução de resíduos e do lixo urbano e para a preservação do meio-ambiente. Especialistas afirmam que as sacolas plásticas levam cerca de 250 anos para se decompor. O prazo do TNT é de 6 meses a um ano. 

A fibra de polipropileno retornável é recomendada para acima 100 gramas. Tornando-se um produto de TNT lavável. Porém, originado do plástico, leve e de uso sustentável.  Após o tempo médio de uso de cinco anos, pode-se descartá-lo na coleta reciclável (caso não foi usado em hospital).

 

O TNT é uma fibra, portanto, se for lavada perderá a finalidade da filtração de microgotículas.

ATENÇÃO: No Tecido Não Tecido (TNT) não pode ser utilizado nenhum tipo de esterilização, como: carlor seco, radiação ionizante; raios infravermelhos; estufas de ar quente; formaldeído; glutaraldeído; óxido de etileno; peróxido de hidrogênio; ácido peracético.

 

Conheça também:

 

Produtos Hospitalares em TNT

Propé Descartável em TNT

Sapatilha Propé em TNT é utilizada sobre o calçado atuando especificamente como barreira protetora, evitando o desprendimento de sujidades em área hospitalar, laboratorial, consultórios médicos, odontológicos e clinicas veterinárias. Descartável, quase sempre possui acabamento em elástico na borda superior que permite melhor fixação ao pé do usuário.

Propé em TNT
Propé fabricada em TNT para uso de protenção hospitalar

 

Máscara de Tecido em TNT

Máscara de TNT com camadas duplas ou triplas, comumente comercializadas em tiras ou com elástico. Totalmente atóxica e hipoalergenica, algumas possuem uma camada externa hidrorrepente. A máscara de TNT precisa ter uma gramatura (grossura) acima de 30 gramas (30g/m2) para atuar como uma barreira eficiente contra o Coronavírus.

Máscara em TNT
Máscara de proteção fabricada em TNT (Tecido Não Tecido) com gramatura de 30mg.

 

Máscaras de Classe N95

Esta máscara possui 95% de eficiência para filtração de partículas maiores que 0,3µm, e seu uso é indicado visando a proteção contra doenças por transmissão aérea (ex. tuberculose, varicela, sarampo e SARG). Considerado ideal para conter a contaminação pela covid-19.

A máscara N95 é considerada semi-descartável por permitir o seu uso por mais de uma ocasião, mas deve ser individualizada. Pode ter sua funcionalidade comprometida caso seja dobrada ou amassada. Comercializada na cor azul, constituído de filtro mecânico de tecido não tecido, composto por fibras sintéticas sobrepostas.

Máscara N95
Máscara descartável de proteção respiratória N95

Entenda as classes de proteção:
PFF2: Protege contra poeiras, névoas e fumos
PFF1: Protege contra poeiras, névoas

Deve obedecer a norma:
NBR 13698 da ABNT

 

Avental TNT de Manga Longa ou Manga Curta

Avental confeccionado em TNT – tecido não tecido, protege o corpo do profissional da saúde ou do paciente  contra possíveis contaminações por líquidos corpóreos ou substâncias contaminantes. Fabricado 100% de fibras de polipropileno (TNT), possui manga longa ou manga curta. Algumas marcas são comercializadas com tiras ou velcro para garantir o melhor fechamento.

Avental em TNT
Avental TNT de manga longa ou manga curta para uso hospitalar

 

Lista de Fornecedores de TNT no Brasil

Supper – (41) 3299-5300
Rua David Campista, 1440 – São José dos Pinhais – PR
Contato: supper@supper.com.br
www.supper.com.br

TNT DKN Nonwoven – (49) 3561-1500
Rodovia SC 302 – km 7 – Caçador – SC
www.sulbrasiltnt.com.br

New TNT – (22) 2654-2530 ou (22) 99995-0154
Rodovia Amaral Peixoto, RJ 106 – km 54 – Quadra E – Lotes 02 e 03, Sampaio Correio – Saquarema – RJ
Contato: sac@newtnt.com.br
www.newtnt.com.br

Esencial – (79) 3211-2100
Av. Estrutural B, Quadra 13 – Lotes 01 a 05 – Distrito Industrial Socorro, Nossa Senhora do Socorro – SE
Contato: contatos@esencialindustria.com.br
www.esencialindustria.com.br

Brito e Casonato – (11) 4509-6012
Rua Quirino de Lima, 143 – Centro – São Bernardo do Campo – SP
Contato: vendas@bcdistribuidora.com.br
www.bcdistribuidora.com.br

Grupo Cad’s – (41) 3085-7658
Rua Profª Julia Valery Legat Neal, 1067 – Xaxim – Curitiba – PR
Contato: vendas@grupocads.com.br
www.grupocads.com.br

Acetec – (11) 2335-1073
Rua Vemag, 901 – Ipiranga – São Paulo – SP
Contato: sac@acetec.com.br
www.acetec.com.br

Zantex – (11) 4423-4241 ou (11) 94165-3750
Rua Treze de Maio, 89 – Vila Mariza – São Bernardo do Campo – SC
Contato: vendas@zantex.com.br
www.zantex.com.br

Viivatex – (11) 4883-0083 ou (11) 93288-9852
Rua Gastão da Cunha, 67 – Vila Paulista – SP
Contato: contato@viivatex.com.br
www.viivatex.com.br

Fiber TNT – (11) 2387-5516
São Paulo – SP
Contato: vendas01@fibertnt.com.br
www.fibertnt.com.br

 

Vantagens do TNT

Comparada à roupa convencional de tecido de algodão, a descartável é muitíssimo mais leve, e seu contato com a pele é suave e não irritante. Seu tratamento antiestático impede a atração à pele, não retém o calor do corpo tornando o uso agradável.

Por ser descartável, sua maior aplicação atualmente é em hospitais, como toucas, jalecos máscaras, forros de colchão, lençóis, onde a aplicações de produtos não descartáveis reteriam bactérias. Sendo descartável, é um material mais barato, reduzindo bastante o custo das empresas que o utilizam.

Pode ser utilizado para proteger sua mercadoria, como por exemplo embalagem para bolsas de couro, evitando arranhões no transporte da mercadoria.

 

Vídeo – Misturador para Álcool Gel

 

Outros usos do TNT:

Higiene Pessoal
Fraldas descartáveis; Absorventes, Protetor de fraldas de pano.

Medicina
Toucas; Máscaras; Bandagens; Roupas hospitalares; Faixa para depilação.

Vestuário e Calçados
Roupas de proteção; Aventais; Entretelas; Bonés; Jaquetas; Reforço para calçados.

Aplicações Domésticas
Ecobags, Artigos de cama e mesa; Conjunto para banheiro; Jogo Americano; Capa para sofá; Capas para travesseiros; etc.

Estofaria
Revestimento e forração de estofados; Cadeiras e poltronas de escritórios; Capas para estofamento de carros.

Indústria Automobilística
Revestimento interno de tetos; Protetores Solares (quebra-sol); Capa para carro.

Agricultura e Horticultura
Esteiras capilares; Proteção de estufas; Plantações e mudas.

Embalagens e Substâncias de Proteção
Embalagens para presentes; Sacos; Bolsas para viagem; Forração de bolsas; Sacolas; Pastas; Capas para máquinas; Fax e computadores; Invólucros para sabonetes e calçados; Protetores de roupas.

Diversos
Telas para artistas; Artigos de propaganda; Faixas; Painéis e bandeiras; Barracas; Porta CD; Saches; Decoração de salão de festas; Sacolas para supermercados.

 

Fotos de produtos em TNT – Tecido não tecido

Tecido Não Tecido - TNT-1

Tecido Não Tecido---TNT-2

Tecido Não Tecido---TNT-3

Tecido Não Tecido---TNT-4

 

Conheça as curiosidades do TNT:

O nome não-tecido vem do fato de que este material, não passa por teares, comuns na fabricação de tecidos, durante seu processo de fabricação. Assim sendo, as fibras não são tecidas pelo modo convencional, passando a ser designado como não-tecido. Suas fibras não são tramadas segundo um arranjo ordenado, mas sim, dispostas aleatoriamente.

O não tecido também é conhecido como nonwoven (inglês), notejido (espanhol), tessuto nontessuto (italiano), nontissé (francês) e vliesstoffe (alemão).

Os maiores usuários de tecidos técnicos e não-tecidos da atualidade são os setores de embalagens e transportes. Enquanto o primeiro absorve 2.990 milhões de toneladas/ano para fabricar desde coberturas para proteção até contentores (big-bags), o segundo, representado pelas indústrias automobilística, naval, aeroespacial, veículos sobre trilhos, motocicletas, bicicletas, air bags e pneus, registra consumo de 2.828 milhões de toneladas/ano.

Na seqüência dos maiores consumos estão as aplicações industriais, com 2.624 milhões de toneladas/ano sendo destinadas à fabricação de produtos para filtragem, limpeza, isolamentos termoacústicos, incluindo-se as aplicações em móveis, estofados, carpetes, tapetes e revestimentos para pisos (2.499 milhões de toneladas/ano), registrando-se ainda altas demandas entre os setores da construção (2.033 milhões de toneladas/ano), especialmente pelo emprego em membranas, e da agricultura (1.615 milhão de toneladas/ano), com tecidos técnicos sendo utilizados em silos, cercas, estufas, materiais para hidroponia, coberturas para lavouras e criação de animais.

Biólogos afirmam que, para se decompor na natureza, as sacolas plásticas levam cerca de 200 anos. O prazo do TNT é de 6 meses a um ano”. Fonte: Sacolas retornáveissubstituem as de plástico

“A fibra de polipropileno retornável de 80g, um TNT lavável, originado do plástico, leve e de uso sustentável. Após o tempo médio de uso de cinco anos, pode-se descartá-lo na coleta reciclável de lixo”

Os não tecidos como fabricados são fornecidos normalmente em grandes rolos e chamados internacionalmente de “Roll Good”, podendo sofrer processo posterior de transformação ou conversão. Podem ser utilizados tais como produzidos e acabados. Ou receberem outros processos de transformação para melhor adequá-los ao uso final, tais como: estampagem, tintura, adesivagem, chamuscagem, dublagem, resinagem, gofragem, flocagem e outros. A manta, estrutura ainda não consolidada, é formada por uma ou mais camadas de véus de fibras ou filamentos.

A produção de não tecidos aplica e combina tecnologia de diversas indústrias, como a têxtil, a papeleira, de couro, de plástico, podendo, a qualquer momento, surgir novas tecnologias.

 

História do Tecido não Tecido

Não há uma data exata para o início da fabricação do tecido não tecido. Estudiosos, afirmam que o tecido não tecido surgiu no Egito, por volta do ano 2400 a.C. A partir de 1930, nos Estados Unidos, começaram fabricações de tecido não tecido a partir da celulose. Por volta de 1957, uma estrutura semelhante ao tecido não tecido começou a ser fabricada em equipamentos da indústria de papel.

A invenção para obtenção do tecido não tecido pode ser conferida à carta Britânica nº 114, concedida em 1853 à Bellford. Começaram a surgir o uso de cardas, esteiras de transporte, impregnação, secagem para fabricação da manta ou almofadas de algodão para indústria de estofados e colchões de mola. Com multicamadas, estes produtos podem ser fabricados em qualquer espessura.

O processo de consolidação por agulhagem data do final do século XVIII, quando a primeira agulhadeira foi produzida na Inglaterra, mas foi conhecida a partir de 1920. Na década de 50, começaram a ser instaladas as primeiras e grandes fábricas de Nonwoven da América do Norte, México e Europa.

A década de 60 marca o lançamento do tecido não tecido, no mercado como matéria-prima industrial e como produto de consumo. Aparecem as primeiras patentes e na década de 70, a indústria domina as tecnologias e populariza o tecido não tecido.

96 thoughts on “O que é TNT – Tecido não Tecido

  1. Henrique, você é uma farsa, apoiador do LUla. Bandido e ladrao munto rico. A farsa e hipocrisia de todo o fabricnate , no mesmo tempo que agradece e o bolsonaro que faz o brasil. Voceis irá votar “ lockdown “ ou seja , não importa quanto sera índice isolamento , quer matar povo de fome.

    1. Oi Eduardo, boa noite.

      Antes de qualquer coisa, o Lula foi o primeiro ex-operário a se tornar presidente do Brasil, governou o país em dois mandatos (2003 até 2006, e de 2007 até 2011). O Governo Lula terminou com aprovação recorde superior a 80% de avaliação positiva.

      O João Dória, atual governador de São Paulo, está fazendo tudo para salvar o máximo de vidas possíveis. Governos responsáveis estabelecem prioridades e ações, não politizam o vírus em meio à maior crise em mais de um século. Não pode ter tempo a perder. Votei no João e não me arrependo. E votarei nele se for candidato a presidência.

      Bolsonaro se elegeu por causa da Lava Jato e de Sérgio Moro. Prometeu lutar contra a corrupção fazendo o novo. Agora se une ao Centrão, escamoteia os inquéritos da polícia federal contra sua família, retira ministros importantíssimos no meio da maior crise sanitária e de saúde do Brasil, etc, etc e tal. Tudo o que ele tanto criticou está fazendo ainda pior. Lamentável.

      Porém no Brasil é um risco dizer que não gosta do assunto. Porque o povo precisa de muita orientação. Não sabe em quem votar. Precisa ser conduzido para alertar quem é corrupto, quem está envolvido com roubos, crimes, etc.

      Você deveria ter mais respeito pelo outro. É por causa de desinformados como você que o nosso país está desse jeito. Malcriados e cheios de razão.

      Aliás, um ex-sindicalista e ex-metalúrgico brasileiro se tornar presidente da república é para um verdadeiro MITO.

      Tente contribuir para ajudar a conter a pandemia do COVID-19, se puder. Se não puder, fica em casa.

      Desejo que estude e respeite mais as pessoas.

      Abraços, Henrique Linhares

      1. Henrique, estou passada. Quando a pessoa não tem opinião própria, ela ofende e fica como aquele adolescente que mata aula e que não sabe nem o que comeu no dia anterior. Aquela pessoa que não sabe dialogar, impondo o que acredita de forma inteligente e coletiva. Vc deu um sopapo nesse ignorante. Sou sua fã, Gratidão pela aula de integridade moral.

        1. Oi Adriana, bom dia.

          Sou de origem muito simples. Estudei em colégios públicos e paguei meus estudos – faculdade e especialização técnica. Vivemos em um país onde 80% da população é pobre. Entretanto, pobreza não significa ausência de educação. A maioria das pessoas que atacam os outros ou compartilham Fake News são de classe média ou nunca pertenceram a zona de pobreza. Significa que gostam de grosserias e promoverem a má educadas. Convivem e compartilham com o que há de pior na sociedade e tem prazer e destratar o outro.

          É com muita tristeza e frustração que percebo o esquecimento da educação e equilíbrio emocional que compõem as boas maneiras da civilidade em algumas pessoas que sabem o que é boa educação. Coisas simples como usar as palavras mágicas “por favor” + “obrigado” + “com licença”; cumprimentar os colegas ao chegar ou sair do ambiente de trabalho; ligar informando sobre imprevistos; agradecer à resposta de um comentário; valorizar o esforço voluntário de alguém, etc e etc.

          Independente de qualquer coisa eu faço a minha parte. Obrigado imensamente pelas palavras de incentivo e carinho.

          Desejo tudo o que há de melhor para você e sua família.

          Segue nosso canal no Youtube https://www.youtube.com/channel/UC2Z83M5jv_yehf_Sz27tMIg

          Estou sempre online também no insta: @ikelinhares ou @sohelices

          Abração

      2. E claro sobre a importância do TNT. Tbem sou profissional de saúde, massoterapeuta e educação e pretendo voltar a trabalhar ainda durante a pandemia utilizando esse aparato com os Epi’s que vou utilizar para trabalhar a “pandemia emocional ” quem vem com força. Já sei quais tipos comprar. Gratidão

        1. Adriana, boa noite.
          Obrigado pela mensagem.
          Parabéns pela coragem de estar na linha de frente nessa difícil jornada que estamos enfrentando.
          Que Deus continue te abençoando em cada passo e decisão da sua vida.
          Desejo tudo o que há de melhor para você e família.
          Abração

  2. Parabéns Henrique pelo excelente texto publicado. Sou profissional da área de saúde e seu texto foi muito importante para esclarecer questões como eficácia, número camadas e se poderia ser reutilizado as máscaras de TNT.
    Obrigada, SUCESSO.

    1. Elisangela, boa noite.

      Ler sua mensagem me deixa muito feliz. Significa que estou trabalhando no caminho certo.

      Nosso business é fabricar misturadores industriais para álcool em gel e produtos de limpeza. Ou seja, não temos nada a ver com TNT. Entretanto, entendo que a única forma de evitar a explosão mortífera do contágio do Covid-19 é cada uma fazer sua parte.

      Obrigado por confiar em nosso conteúdo e pela linda mensagem.

      Que Deus lhe abençoe e a toda sua família.

      Se precisar de algo, estou sempre online.

      Abraços

  3. Olá Henrique, tudo bem?
    Parabéns pela iniciativa nessa época de crise global nos trazendo diversas informações importantes!

    Estou fabricando mascaras triplas com TNT e na hora da venda, diversas empresas me perguntam se há elemento filtrante, porém o mesmo não há no mercado mais, esta difícil achar o meltblown hoje no Brasil. O que o poderia substituir? Ressalvo que tenho que seguir as normas técnicas da RDC 356,
    Estou colocando três camadas de TNT, mas isso é viável, segundo as normas?

    1. Raphael, boa noite.

      Obrigado por confiar em nosso conteúdo e pela mensagem de motivação.

      Você está no caminho correto. Trabalhar com camadas triplas para fabricação de máscaras de proteção TNT é bastante razoável. Principalmente para entregar defesa extra e evitar as micro gotículas do COVID-19.

      Procure produzi-las com gramatura de 30 gramas. A RDC 356 é excepcionalmente durante este período de Pandemia.

      Parabéns por fabricar máscaras de TNT e ajudar a conter o Coronavírus.

      Qualquer dúvida estou online.

      Abraços

  4. Boa noite
    Parabéns pelo artigo Henrique !
    Duvidas, todo TNT 100%,prolipropileno e composto por 03,camadas ? Geralmente quais são os tipos de não tecido ? Como a realizado o ensaio de filtração de partículas e bacteriológico , ou fornecedor do material realiza esses testes?

    1. Jonas, bom dia.

      Há basicamente dois tipos distintos de tecidos não tecidos, os duráveis e os não duráveis (não estéril e estéril), podendo ambos serem produzidos a partir de fibras naturais (algodão, lã) ou sintéticas (poliéster, polipropileno).

      O tnt (tecido não tecido) possui diversas gramaturas, comumente encontradas a partir de 8 gramas até 200 gramas Também pode ser confeccionado em cores variadas.

      Obrigado por confiar em nosso conteúdo.

      Qualquer dúvida, estamos online.

      Abração

  5. Olá obrigada pelas informações valiosas que aqui partilhou sobre o TNT, mas fiquei um pouco baralhada sobre dois assuntos, no início entendi que havia um TNT que podia ser reutilizado, depois fiquei com a ideia que não é possível reutilizar o TNT. Pode-me esclarecer melhor? É a segunda dúvida é se me podia explicar melhor como o TNT é degradável no meio ambiente, contudo é prejudicial ao ser humano? Obrigada e mais uma vez muito obrigada pelo seu trabalho e esclarecimentos, sou portuguesa e estou em Portugal e descubri a sua publicação ao pesquisar sobre o TNT no Google.

    1. Vânia, bom dia.

      TNT é um produto biodegradável e aprovado pelos órgãos que supervisionam a proteção da ecologia mundial.

      Todos os tecidos não tecidos são biodegradáveis. São feitos com polipropileno com o aditivo oxibiodegradável PDQ-H®, que degradam em um tempo muito menor que os plásticos comuns, contribuindo para a redução de resíduos e do lixo urbano e para a preservação do meio-ambiente. Especialistas afirmam que as sacolas plásticas levam cerca de 250 anos para se decompor. O prazo do TNT é de 6 meses a um ano.

      A fibra de polipropileno retornável é recomendada para acima 100 gramas. Tornando-se um produto de TNT lavável. Porém, originado do plástico, leve e de uso sustentável. Após o tempo médio de uso de cinco anos, pode-se descartá-lo na coleta reciclável (caso não foi usado em hospital).

      Reforçando, se for utilizado para conter o Covid-19, independentemente da gramatura, deve ser descartado.

      Qualquer dúvida estou online.

      Abração.

  6. Boa noite Henrique! Excelente conteúdo!

    Estamos iniciando fabricação de máscaras cirúrgicas boas quantidades por um parceiro que desenvolveu um maquinário de ponta para tal função. No entanto ainda estou com dúvidas sobre o material ideal e gramaturas, em especial pela composição SMMMS que algumas marcas usam. Poderia me esclarecer dois pontos:

    – Para que eu tenha essa composição SMMMS eu preciso ter algum TNT diferente (o melt blown), ou TNT e melt blown são realmente a mesma coisa (já que por pesquisas encontrei que o melt é o processo de fusão a sopro para compro o material?
    Como faço para saber se estou comprando o material mais adequado já que queremos um produto de qualidade para atender fins profissionais e posteriormente buscar registro na Anvisa.
    O hábito de falar TNT nos deixa na dúvida sobre qual desses não tecidos é que devemos usar.

    – Sobre as gramaturas, inclusive por dificuldades de compra de material, pretendemos utilizar 3 camadas de 16g que pelo que vi em uma das suas respostas daria as mesma 48g totais. Está correto assim tendo em vista que atende a gramatura mínima e que tem 3 camadas? ou precisaria mesmo ter uma externa mais fina e uma média mais grossa para atender a essa finalidade mais profissional?

    Muito obrigado desde já!

  7. Bom dia, Henrique. Uma duvida que ainda tenho ao ler seu artigo. O Tnt é utilizado em confecções de produtos hospitalares, porem ambulatoriais e o Tnt Sms utilizado em blocos cirúrgicos ? Sou veterinário e estou querendo aprender a respeito dos Tnts que posso usar como avental ou pano de campo. Desde já, muito obrigado pelas informações

    1. Bom dia, Igor.

      O Campo cirúrgico descartável é um produto estéril, pode ser confeccionado em TNT (Tecido não Tecido), em TNT SMS 100% Polipropileno e também em algodão.

      Existem duas variedades de aventais e campos cirúrgicos: os de tecido reutilizáveis e os descartáveis. Os primeiros percorrem o processo de lavagem, secagem, empacotamento e esterilização após seu uso, devendo ser monitorados em relação ao número de lavagens a que são submetidos. Os outros, considerados descartáveis, são confeccionados com material SMS ou TNT e encontram-se disponíveis no mercado já esterilizado e para pronto uso, sendo utilizados apenas uma vez.

      Para qualquer configuração, o objetivo é evitar a contaminação de respingos e fluídos corpóreos em pacientes e superfícies. Demarca a área de cirurgia em pacientes.

      Conte comigo para qualquer dúvida. Boa sorte!

      Abração, Henrique Linhares

  8. Gostaria de saber sobre as espessuras de máscaras de TNT e sua eficiência da filtração bacteriológica? O que é BFE? Pode ser lavadas?

    Muito obrigado e parabéns pelo conteúdo!

    1. Oi Antônio, boa noite.

      Obrigado por confiar em nosso conteúdo.

      A máscara necessita ser totalmente resistente à penetração de fluidos transportados pelo ar (repelência a fluidos) e qualquer micro gotículas para conter o Coronavírus. Devem ter a gramatura mínima de 20 a 40 g/m². A Anvisa recomenda que tenha 3 camadas: uma de tecido não impermeável na parte frontal, tecido respirável
      no meio e um tecido de algodão na parte em contato com a superfície do rosto.

      Baixe a norma para máscaras de proteção da ANVISA.

      A sigla BFE significa em português Eficiência de Filtração Bacteriológica, e deve estar de acordo com a norma: ABNT NBR 14873:2002.

      Recomenda-se que para a proteção das vias respiratórias tenha resistência máxima à respiração- Inalação (a 95 litros/min): 240 Pa /// o Exalação (a 160 litros/min): 300 Pa

      Lembrando, o TNT é estéril, jamais deve ser submetido a lavagem com água ou qualquer agente de limpeza – hipoclorito de sódio, multiuso, detergente, desinfetante, etc. Ele perde sua propriedade filtrante, independente da gramatura.

      Qualquer dúvida, estou online.

      Abraços

  9. Qual o melhor TNT para uso Odontológico (Cirúrgico e não cirúrgico)? Pode ser utilizado como vem de fábrica ou é necessário algum processamento antes de fabricar os EPIs? Grato pela atenção.
    OBS: Parabéns pela iniciativa das informações. Se você possui maiores informações sobre o que perguntei, solicito enviar-me pelo e-mail.

    1. Oi Leonardo, bom dia.

      Obrigado por confiar em nosso conteúdo. Acabei de enviar todas as suas dúvidas por email. Confere lá!

      Produzimos esse artigo para ajudar na elucidação de dúvidas sobre TNT. Cada pequeno empresário fazendo sua parte o impacto negativo do COVID-19 no Brasil será menor.

      Qualquer dúvida me chame no WhatsApp!

      Abração

  10. Boa tarde. Comprei TNT SMMMS 50grs pela internet, quando o produto chegou lavei por causa dessa situação do corona vírus. Nesse caso perdi o produto? Não posso mais fabricar ás máscaras? Obrigado e excelente trabalho.

    1. Oi Roberto, bom dia.

      Obrigado pelo elogio.

      Infelizmente sinto lhe informar, mas você degradou o TNT quando lavou. Sobretudo pela baixa gramatura (50grs). Você deve descartar esse material e por segurança não utilizar esse material para fabricação de qualquer produto para conter o Coronavirus.

      O TNT é estéril, jamais deve ser submetido a lavagem com água, hipoclorito de sódio, multiuso, detergente, desinfetante ou cloro.

      Por favor, qualquer dúvida estou online.

      Abração!!!!

  11. Caro Henrique, acabei de comprar máscaras confeccionadas em TNT Dupont Tyvek. O vendendor garantiu que o produto não é descartável, portanto poderá ser reutilizado indefinidamente, desde que bem higienizado. Segundo ele trata-se de um produto de polietileno e que seria bastante eficaz na proteção contra a Covid-19. Estarei realmente protegida? Agradeço desde já. Att.

    1. Oi Fernanda, boa noite.

      Eu utilizo a máscara de Tyvek porque é um material 100% reciclável. Entretanto, embora confie muito no material, adiciono uma camada extra de TNT com 40 g/m². Após o uso descarto o TNT e deixo a máscara de Tyvek 30 minutos no hipoclorito de sódio com cloro.

      O Tyvek repele líquidos químicos (ISO 16602) e não emite partículas. Garante eficiência de filtração bacteriana (BFE) maior do que 98%. O que é suficiente, mas vale um cuidado extra.

      Faça isso, não custa nada ficar bem protegida.

      Boa sorte!

      Qualquer dúvida estou online.

      Abraços

  12. Boa tarde,
    Gostaria de saber qual a gramagem de TNT adequada para fazer filtros descartáveis para as máscaras de tecido de algodão, se 40g, 70…
    Também gostaria de saber como higienizar ou esterilizar o TNT quando o recebo, antes de o usar, uma vez que não é lavável.
    Grata.

    1. Oi Liliana, bom dia.

      A gramtura ideal para a fabricação das máscaras em TNT como barreira física para conter o Coronavírus é de 20 – 40 g/m².

      É recomendável que o produto manufaturado tenha 3 camas: uma camada de tecido não impermeável na parte frontal, tecido respirável no meio e um tecido de algodão na parte em contato com a superfície do rosto.

      Veja as orientações da ANVISA sobre máscaras de TNT.

      Abraços e boa sorte.

  13. Caro Henrique!
    Num comentário, você disse que o ideal para uma máscara é 30 gramas. Para uso “não-médico” seriam duas camadas de 30gr ou somente uma?
    E no caso para uso médico, falam em 3 camadas sendo uma filtrante.. Quais as espessuras minímas de cada camada são recomendado pela Anvisa?

    1. Oi Miguel, boa noite.

      A máscara de protenção precisa ser um elemento filtrante e resistente à penetração de fluidos transportados pelo ar (micro gotículas).

      Recomenda-se que tenha pelo menos 30 g/m² – aproximadamente nessa configuração:
      – Camada externa 10g/m²
      – Camada média 20g/m²
      – Camada interna 18/m²

      Baixe a norma para máscaras de proteção da ANVISA de 2020.

      Qualquer dúvida, estou online.

      Abraços

  14. Boa tarde!
    Muito útil as informações! Mas tenho uma dúvida, sendo o tnt não lavável, qual seria o procedimento para higienizá-lo antes de produzir, por exemplo, uma máscara.

    1. Erika, bom dia.

      Há basicamente dois tipos distintos de tecidos não tecidos, os duráveis e os não duráveis (não estéril e estéril), podendo ambos serem produzidos a partir de fibras naturais (algodão, lã) ou sintéticas (poliéster, polipropileno).

      Entretanto, tudo o que for relacionado à proteção de micro-gotículas para conter o COVID-19 recomendo que não seja lavado. É necessário o descarte. Independente das camadas e gramatura.

      Qualquer dúvida, estamos online.

      Abração

    1. Alessandra, boa tarde.

      Obrigado por confiar em nosso conteúdo.

      O TNT é um material estéril, não é recomendado em hipótese alguma a reutilização. Tampouco seja após autoclavado ou esterilizado em Radiação Ionizante; Raios infravermelhos; Estufas de ar quente; Formaldeído; Glutaraldeído; Óxido de etileno; Peróxido de hidrogênio ou Ácido peracético.

      Precisa ser descartado, porque perdeu completamente sua capacidade de bloquear as nano gotículas do Coronavírus.

      Qualquer dúvida, estou online.

      Abraços

    1. Graciano, bom dia.

      O SMS é um material voltado para esterilização. SMS ou spunbond meltblown spunbond é hidro-repelente, ou seja, não absorve a água, tem altíssima resistência, maleabilidade, baixa liberação de partículas, permeável ao ar, isento de látex, atóxico e hipoalérgico.

      É muito utilizado para coberturas de mesa cirúrgicas, invólucros de esterilização, aventais de isolação, aventais cirúrgicos, campos cirúrgicos, máscaras, toucas, lençóis, propés, fronhas, entre outros.

      Qualquer dúvida, estou online.

      Abs

  15. Bom dia. Gostaria de saber qual a diferença entre o TNT e o TNT dito odonto-médico-hospitalar .
    No caso de fabricação de máscaras em TNT , a resolução 356 da ANVISA diz da obrigatoriedade de um filtro bacteriológico, o TNT por si só pode ser considerado como sendo esse filtro?
    Obrigada.

    1. Heloisa, bom dia.

      A Anvisa diminui a burocracia para fabricação de alguns produtos no combate ao novo coronavírus.

      A resolução, 356, de 23 de março de 2020, exige uma eficiência da filtração bacteriológica. Ou seja, precisa possuir no mínimo uma camada interna e uma camada externa e, obrigatoriamente, ser um elemento filtrante de proteção ao usuário. É apenas o TNT para filtração bacteriológica com bastante eficiência de filtragem.

      A máscara ou qualquer material de proteção, seja avental, prope, touca precisa ser um elemento filtrante para conter o Coronavirus. Necessita ser resistente à penetração de fluidos transportados pelo ar (repelência a fluidos) e qualquer micro gotículas. Deve cobrir adequadamente a área do nariz e da boca do usuário, possuir um clipe nasal constituído de material maleável que permita o ajuste adequado do contorno do nariz e das bochechas.

      Veja na íntegra: http://portal.anvisa.gov.br/documents/219201/4340788/Perguntas+e+Respostas+-+RDC+356+nova+versao+.pdf/364033e6-500b-4711-aca7-476917d34eae

      Sintetizando, deve realmente proteger quem está utilizando.

      Qualquer dúvida, estou online.

      Abraços

  16. Boa tarde, vi diversas perguntas a respeito da lavagem, e gostaria de me certificar: em qualquer gramatura não é recomendável lavar a peça confeccionada em TNT? É isto? Obrigada e parabéns pelo site.

    1. Oi Fabiane, bom dia.

      Obrigado pela mensagem. É fundamental destacar que o TNT, caso seja utilizado para fins de proteção contra o Coronavirus, não pode ser lavado. Ele perde sua propriedade filtrante, independente da gramatura. Não importa se for 12 ou 150 gramas.

      Abração e fique em casa!

      1. E se não for para uso em máscara? Como por exemplo usar em sofás para atendimento psicológico? Trocar a cada novo paciente. Posso lavá-lo depois e reutilizar para esse fim?

        1. Oi Rebeca, boa noite.

          Independente do usufruto, não recomendo para proteção sanitária. Perde-se completamente a proteção como barreira de retenção e absorção.

          Acredito que para sua demanda, aumentando a gramatura para aproximadamente 100gr, seria interessante e promoveria um conforto ao usuário da clínica.

          Por favor, qualquer dúvida, estou online.

          Abraços

  17. Bom dia Henrique
    Parabéns pelo artigo e exelente qualidade dos misturadores para álcool gel.
    Texto bastante esclarecedor e agrega muito na pesquisa sobre o assunto.
    No meu caso necessito de um certificado ou laudo do produto quanto a garantia hipoalergênico, para produção das máscaras. Os fabricantes costumam fornecer este tipo de laudo ?? Grato João Dias

    1. João, bom dia.

      Fico muito feliz em ler sua mensagem. Obrigado! Isso nos motiva a continuar estudando tudo sobre misturadores para álcool em gel.

      A manipulação de produtos estéreis precisa ser exclusiva e com cuidados especiais para evitar a contaminação. Devem ser armazenadas em local distinto, com acesso restrito, trabalhada com o máximo de contrato possível. Sobretudo por ser um produto com especificidade e garantia hipoalergênica.

      Também precisa ser registrado na Anvisa, seguir toda a documentação normativa em manipulação de produtos com maior toxicidade e consequente risco. Enviei no seu email os dados técnicos.

      Não esqueça, fique em casa. Seguro e em família.

      Abração e qualquer coisa estou aqui!

  18. Posso usar TNT 100% Poliéster no lugar do 100% Polipropileno para fabricar Aventais para uso ambulatorial? Quais as diferenças principais?

    1. Luciano, bom dia.

      O TNT 100% poliéster é macio e levemente felpado. Ideal para processos de sublimação, é mais fino e brilhante se assemelhando ao fio de seda.

      O 100% polipropileno tem como principal diferença a elasticidade. É um tecido produzido em processo semelhante ao de fazer papel. O tecido amassam mais rapidamente, entretanto, também tem excelente resistência.

      Abraços!

  19. Olá… Gostei muito da explanação! Parabéns. Encontrei esse site pois estava procurando infs sobre o processo de melt blown, e vi uma resposta que me esclareceu.

    Tenho uma pergunta: aquele paninho que usamos em limpeza – eu chamo de perfex, por conta da marca – tb é feito de polipropileno. Ele pode ser usado para confeccionar máscaras e aventais?

    agradeço a resposta

    1. Oi Cássio, boa tarde.

      Obrigado pelo elogio.

      O perfex é poroso e não protege. Portanto, não faça máscaras ou produtos de proteção individual para evitar o contágio do Cornavirus. Recomendo que faça as máscaras com tecidos que não sejam elásticos. O ideal é usar o tricoline ou malha de uma que contenha pelo menos 65% de algodão.

      Qualquer dúvida é só falar. Estou sempre online.

      Abração e bom domingo!

    1. Oi Maurício, boa tarde.

      Independentemente da gramatura, seja 10 gramas ou 150 gramas, nenhum TNT para uso hospitalar (máscaras, luvas, propés, aventais) deve ser lavado.

      Pertence à classe da manipulação de produtos estéreis. Não podem ser reaproveitados. As máscaras precisam ser descartadas no lixo orgânico, porque não podem ser recicladas.

      Boa sorte na fabricação. Se puder, fique em casa. Seguro!

      Qualquer dúvida, estou aqui online.

      Abração!!!!

  20. No mercado de aventais cirúrgicos são oferecidos aventais de gramatura 20, 30, 40 e até 50. o Ministério da Saúde indica o de 40. Melhor proteção é oferecida pelo de gramatura 30 ou 50?

    1. Oi Ricardo, boa tarde.

      Recomendo você adquirir qualquer gramatura que seja confeccionada com material superior a 30mm. É mais seguro e estável para evitar a contaminação do Coronavirus. A diferença de valor é ínfima perante o risco de contágio x segurança.

      Qualquer dúvida, estou aqui online.

      Abração e bom domingo!

  21. Parabéns por ser esse profissional extraordinário e dedicado! Precisamos de mais empresários como você, Henrique Linhares. Toda a equipe da FATEC está agradecida pela sua doação do misturador de álcool em gel.

    Att. Fidelis Alburgue

    1. Oi Professor, boa tarde.

      Fiquei muito honrado em ler sua mensagem. Isso significa que estamos trabalhando no caminho certo. Não faço nada mais que minha obrigação.

      Tenho contato com o professor Celso, responsável pela FATEC Campus Zona Leste. A doação que fizemos do misturador de álcool em gel vai útil para todos da comunidade local. Já estão produzindo álcool em gel a todo o vapor.

      Obrigado mais uma vez pela mensagem e carinho. Quando tudo passar, venha tomar um café conosco aqui na fábrica.

      Desejo tudo o que há de melhor para você e família.

      Abração

    1. Katerina, boa tarde.

      A simples e conhecida “cola escolar líquida” é o melhor material para trabalhar com TNT.

      Uma junção da água com polivinil acetato (PVA), um poderoso polímero sintético e ótimo adesivo para manipular as características do TNT.

      Qualquer dúvida estou online.

      Abração e ótimo domingo!

    1. Professor Orlando, bom dia.

      As máscaras de TNT não podem ser lavadas. As fibras desorientadas perdem a eslasticidade e consequentemente prejudicam a capilaridade dos polietilenos. Devem ser obrigatoriamente descartadas após o uso individual. É recomendável que qualquer produto em TNT, seja máscara para uso hospitalar, avental descartável, protetores e propé; devem ser utilizados por no máximo 2 horas.

      Qualquer dúvida me encontre no 11 98478-7001 / henrique@sohelices.com.br

      Abração

  22. Bom dia,
    Estamos usando TNT de diferentes gramaturas para fazer máscaras caseiras. O TNT pode ser lavado para reutilização das máscaras?
    Há alguns sites que recomendam descartar as máscaras de TNT. Por que não poderia ser lavado e esterilizado com solução de água sanitária?
    atenciosamente,
    Rafael

    1. Rafael, bom dia.

      O TNT é uma fibra, portanto, se for lavada perderá a finalidade da filtração de micro-gotículas.

      É um elemento filtrante e também trabalha na retenção de sólidos do fluido. Portanto, se for para uso hospitalar, avental, máscara, protetor e propé, jamais devem ser lavados. As fibras não impedirão a passagem do vírus por meio de gotículas. Devem ser descartáveis após o uso.

      O uso do hipoclorito de sódio serve para limpar superfícies, entretanto mata o coronavirus. Mas aplicado no TNT prejudica e inutiliza as fibras.

      Abraços!

    1. Elizete, bom dia.

      Fico feliz que gostou do nosso conteúdo. Obrigado.

      As máscaras de TNT não podem ser lavadas, devem ser descartáveis após o uso. Caso a máscara seja para uso hospitalar, avental descartável, protetores e propé, todos produzidos em tnt forem lavados, as fibras não impedem a passagem do vírus por meio de gotículas.

      Abraços!

    1. Fernanda, bom dia.

      Recomendo o uso da gramatura superior a 30 e 40 g/m² caso seja confeccionada em TNT. Entretanto, existem diversos outros materiais para confecção como: tecidos de algodão e tricoline.

      Lembre-se, para proteger você e sua família, o Ministério da Saúde orienta a produção de modelo simples, “de pano”.

      Abraços.

    1. Érica, bom dia.

      O TNT não pode ser lavado. Caso a mmáscara para uso hospitalar, avental descartável, protetores e propé, todos produzidos em tnt forem lavados, as fibras impedem a respiração/filtração, por isso precisa ser descartada. Ela não impede a passagem do vírus por meio de gotículas.

      Abraços!

  23. olá! Obrigada por compartilhar seu conhecimento! Pode tirar uma duvida? Estao fabricando mascara de TNT, sendo lavavel… isso nao faz ele perder sua barreira protetora?

    1. Oi Frederico, boa tarde.

      O TNT pertence à classe dos produtos estéreis. Portanto, jamais deve ser submetido a lavagem com água, hipoclorito de sódio, multiuso, detergente, desinfetante, cloro, etc.

      Qualquer avental para proteção contra o Coronavírus deve ter no mínimo 40 g/m².

      Caso você lavou, por favor, descarte esse material. Pode prejudicar alguém.

      Por favor, qualquer dúvida estou online.

      Abração!!!!

  24. Boa noite,
    Muito interessante os esclarecimentos sobre o TNT, trabalho na área hospitalar e estou em busca de maiores conhecimentos para descarte desse material de forma sustentável. Gostaria de saber se pode de alguma maneira me ajudar ? Desde já agradeço!!!

    1. Oi Fabíola, boa noite.

      O TNT não é reciclável, porém, tem a sua decomposição na natureza muito mais acelerada e menos agressiva ao meio-ambiente. Entretanto, representa elevado risco à saúde humana.

      Foi desenvolvido pela Anvisa o Plano de Gerenciamento de Resíduos do Serviço de Saúde (PGRSS), um documento que aponta e descreve ações relativas ao manejo dos resíduos sólidos observando suas características físicas. Dá uma acessada, vale a pena.

      Também precisa da adoção de procedimentos pré-estabelecidos com a resolução RDC nº 33/03 – resíduos hospitalares são classificados como:
      Grupo A (potencialmente infectantes)
      Grupo B (químicos)
      Grupo C (rejeitos radioativos)
      Grupo D (resíduos comuns)
      Grupo E (perfurocortantes)

      Qualquer dúvida, estou online.

      Bons estudos!

      Abraços

  25. Gostei muito, tenho pesquisado muito sobre o assunto e agora comecei a entender graças a vocês. Gostaria de saber sobre ele ser biodegradavel e na confecção de mascaras de protecao para o covid 19, qual diferença do tricoline em termos de protecao

      1. Bom dia!
        Tenho essa mesma dúvida! E estou a procura apenas de materiais sustentáveis, então é algo que me importa muito. Se puder me enviar sua elucidação técnica tambem, ficaria muito agradecida!

          1. Aloha! A mesma dúvida kkkk como TNT é reciclável sendo derivado do petróleo? Estou buscando sobre tecidos recicláveis e biodegradáveis.

      2. Olá, Henrique!
        Você também poderia me passar essas informações? Fiquei interessada no conteúdo.
        Obrigada e parabéns por sua disposição em colaborar, compartilhando conhecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *