Como adaptar o tanque para fabricar álcool gel

Como adaptar o tanque para fabricar álcool gel

Tempo de Leitura: 3 minutos
Objetivo da Página: Ensinar como adaptar tanques para fabricação de álcool gel e derivativos

Como adaptar o tanque para fabricar álcool gel

 

Como adaptar o tanque misturador para fabricar álcool gel.

Toda empresa que quer permanecer viva não pode ignorar a demandar do mercado interno e externo. O mundo e o Brasil precisam de produtos de limpeza e álcool gel para conter o Coronavírus. Nas últimas semanas aumentou a procura de empresários de todos os tamanhos por nossos misturadores de álcool gel, para adaptar seus tanques ociosos e fabricar álcool em gel. 

Portanto, se você ou sua empresa decidiu adaptar o tanque para fabricar álcool gel é imprescindível que esteja adequado aos padrões nacionais exigidos para fabricação. Destacando claramente que o álcool gel é um produto farmacopêico e deve ser notificado na ANVISA, como antisséptico de mãos. O recipiente de armazenamento das matérias-primas (tanque) deve ser fabricado com aço inox 316L, receber acabamento sanitário para aumentar a higienização e assepcia. É indiscutível que o aço inox tenha certificação ambiental para evitar contaminação cruzada. Elemento muito comum na fabricação de álcool gel.

Não é tarefa difícil, porém, adaptar seu tanque para fabricar álcool gel significa reestruturar as configurações técnicas e físicas do misturador.  Não necessita seguir elementos da indústria 4.0, entretanto, precisa ser feita por profissionais capacitados para assegurar que o seu tanque misturador atenda todos os requisitos da NR-12 e ANVISA. Além de estar em conformidade com a lei e evitar riscos diretos ao usuários.

 

Faça o download dos principais equipamentos e fornecedores para fabricar álcool em gel.

 

Como adaptar o tanque para misturar álcool gel
Exemplos de tanques que foram ajustados para fabricar álcool gel com pouco investimento

 

Porque adaptar o tanque misturador para fabricar álcool gel?

O prejuízo que a pandemia do coronavírus já causou para a sociedade mundial é inestimável. Fronteiras fechadas, megaeventos esportivos e musicais cancelados, programas de televisão parados, escolas com aulas suspensas, tudo isso promove impactos econômicos bastante severos para a nossa economia. Que diga-se de passagem, já estava ruim há anos.

Aqui na fábrica todos concordamos com a paralisação porque visa frear o alastramento da doença, evitando mortes, principalmente de idosos, e a sobrecarga do sistema de saúde. Para nós, a paralisação teria como objetivo uma razão humanitária, salvar vidas, e outra econômica, diminuir os prejuízos do Estado, dado que o sistema de saúde não tem condições de suportar milhares de pessoas infectadas.

E com o avançar do número de infectados pela Covid-19 (Coronavírus) em todo o Brasil, atrelado a paralisação de alguns setores da economia, muitos empresários constataram que precisam fazer sua parte. Diversos setores da indústria operam com capacidade instalada bastante reduzida. Recebemos mensagens de muitos empresários querendo adequar seus tanques improdutivos em misturadores para fabricação de álcool gel, desinfetante, água sanitária, saponáceos, cloro; alvejante sem cloro; limpador multiuso; limpador de superfícies; pinho gel; entre outros.

Destacamos atenção para a procura por linhas de produtos para desinfecção de superfícies tetos, pisos, paredes, divisórias, mobiliários, bancadas, louças sanitárias, cortinas, etc.

 

Qual o melhor misturador para álcool gel?

Os vetores – misturadores de álcool gel – são os responsáveis por transmitir, de modo direto, o movimento ao fluido. Dissipam a massa por todo o interior do recipiente (tanque) e promovem a homogeneização das matérias-primas do álcool gel, como: Trietanolamina + Etanol (q.s. 70° INPM) + Carbome 0,50 % + Água deionizada + etc.

Através dos avanços no formato das aletas, o aprofundamento técnico na leitura comportamental dos fluidos através de cálculos estruturados de Computational Fluid Dynamics — CFD / Leitura comportamental dos fluidos, a predição dos campos de concentração, velocidades, pressão, temperaturas e propriedades turbulentas; há numerosos vetores para misturar álcool gel, com profusos formatos de aletas, espaçamento entre os dentes e quantidade variada de dentes. Todas as especificidades técnicas são orientadas para maximizar o fluxo de homogeneização, reduzir o tempo de processamento e minimizam a potência consumida para misturar álcool gel.

Entretanto, o melhor misturador para álcool gel detém o vetor híbrido. A tecnologia que permite a personalização completa das aletas (dentes e pás).  Ela transfere mais massa por centímetro cúbico (cm³), translada maior número de matéria-prima por aleta, arrasta com menor recrutamento de amperagem nominal, além de converter potência do motor em força nominal para  alta mistura do álcool gel e partículas.

 

Melhor misturador para álcool gel
Misturador para tanques de álcool gel
Adaptar o misturador para álcool gel
Misturador de álcool gel tipo híbrido para 5.000 litros.
Adaptar o misturador para álcool gel
Misturador de álcool gel com 4 vetores em tanque de 8.000 litros.

Adaptar o misturador para álcool gel

Adaptar o misturador para álcool gel
Misturador de álcool gel híbrido com aleta de 31mm e diâmetro de 150mm

 

 

Qual misturador não devo usar álcool gel?

Listamos abaixo os vetores que não devem ser utilizados e também não recomendamos para misturar álcool gel. Todos apresentam enorme dificuldade para misturar a trietanolamina. Igualmente recrutam toda a potência motriz para iniciar parcialmente a pré-desestabilização dos monômeros e polímeros, sobretudo os agentes como o carbopol.

 

nao_mistura_alcoolgel_01

nao_mistura_alcoolgel_02

nao_mistura_alcoolgel_03

nao_mistura_alcoolgel_04

nao_mistura_alcoolgel_05

nao_mistura_alcoolgel_06

nao_mistura_alcoolgel_07

 

Quer ajuda para ajustar seu tanque que está ocioso para fabricar álcool em gel?

Me chame no WhatsApp (11) 98478-7001 (WhatsApp) ou mande um email: henrique@sohelices.com.br (Henrique Linhares)

 

Qual motor usar para álcool gel?

As nuances são muitas e os desafios diversos, mas é possível facilmente adaptar seu tanque para fabricar álcool gel instalando um motor na categoria EX – à prova de explosão + cabos elétricos à prova de explosão e painéis elétricos à prova de explosão. Toda a parte elétrica deve possuir a propriedade para não propagação de chamas. Muitos cabos e condutores podem ser  revestidos com um tipo especial de PVC, que é próprio para a proteção térmica dos cabos que trabalhem em elevados níveis térmicos, normalmente de até 70 graus.

motorex

painel_eletrico_ex

 

Dúvidas para adaptar seu tanque?

Me chame no WhatsApp 11 98478-7001 ou mande um email: henrique@sohelices.com.br

Espero seu contato.

Abraços e que Deus abençoe a todos.

Henrique Linhares

 

2 thoughts on “Como adaptar o tanque para fabricar álcool gel

    1. Marco, bom dia.

      Para aumentar a viscosidade sem alterar as propriedades físicas e químicas dos produtos, recomendo qualquer agente de viscosidade.

      Abaixo elenco para fabricação de Álcool Gel:
      Goma Xantana 200 mexis
      Goma Xantana 80 mexis
      Goma Guar – Tipo de fibra solúvel
      Carbopol
      CMC – Carboximetilcelulose Viscosidade 3000 /Espessante 25kg
      HNC – hidroxietilcelulose

      As fábricas que trabalham com produtos químicos são: http://sohelices.com.br/15-maiores-industrias-quimicas-do-brasil/

      Abraços e boa sorte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *